sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Pão com presunto (Pan de jamón- receita venezuelana) World Bread Day


O pão de jamón venezuelano, é um pão tradicionalmente recheado de presunto, bacon, uvas passas e azeitonas verdes. Sua origem é completamente venezuelana, e forma parte da gastronomia servida no nosso natal. Tem quem sirva com algumas variantes nos ingredientes, substituindo o presunto por peito de peru, ou colocando diversos tipos de queijo, ou simplesmente usando massa folhada.

 “Segundo o jornalista e colunista venezuelano especializado em gastronomia Miro Popić, a receita do pão de jamón é uma criação venezuelana do começo do século XX atribuída a Gustavo Ramella, proprietário de uma padaria da cidade de Caracas em 1905. A historia conta que o presunto era em principio seu único recheio, mas devido a sua rápida aceitação outras famosas padarias de Caracas começaram a comercializar o pão e incluir no recheio outros ingredientes, como as uvas passas, azeitonas, e o bacon. Tempo depois, e graças a seu atrativo e qualidade, seu consumo foi se expandindo por todo o território nacional, especificamente durante as festas de comemoração do natal”.

O certo é que na mesa de natal de todo venezuelano nunca vai faltar este delicioso pão, ele virou uma parte essencial do nosso prato junto com a protagonista principal dessa data, a “hallaca” e a deliciosa “salada de galinha”.

E como ele é um pão de gosto bem diferenciado, pela mistura do sabor doce com o salgado, eu o escolhi especialmente para um evento muito importante, a comemoração do “World Bread Day” hoje 16/10 a convite da Zorra.

O convite para tão maravilhoso evento você encontra aqui: Convite WBD


Então, vamos lá fazer meu pão, e por as mãos na massa para desfrutar de esta delicia tradicional do meu pais!. Aqui a receita:

Ingredientes:

Para o fermento:
¼ de colher de chá de açúcar refinado
½ xícara de água morna
½  colher de sopa de fermento biológico granulado
Para a massa:
500 gr. de farinha
200 mililitros de leite
50 gr. de manteiga
1 pitadinha de sal
¼ de xícara de açúcar
Para o recheio:
30 gr. de manteiga derretida para pincelar a massa
12 fatias de presunto (ou peito de peru)
50 gr. de bacon em fatias
Azeitonas verdes em fatias (ou inteiras sem caroço fica a gosto)
Uvas passas a gosto
Para banhar o pão:
Melado de cana
Um pouquinho de água

Preparação:

Numa tigela pequena de vidro coloque a água morna, o açúcar e o fermento biológico granulado, misture e deixe descansar alguns minutos. Em uma panela ponha para aquecer o leite com a manteiga, sal e açúcar, aqueça só até a manteiga estar derretida, deixe reservado. Em uma tigela grande disponha a farinha, e abra um buraco no meio (no formato de vulcão), coloque o fermento e aos poucos a mistura de leite e manteiga morna, amassando até obter uma massa suave e elástica, que seja fácil de ser trabalhada e desgrude das mãos. Se precisar, coloque mais farinha até chegar no ponto em que a massa fique lisa e uniforme. Deixe crescer por aproximadamente 1 hora, apos esse tempo, estenda a massa com ajuda de um rolo de massa até ficar com uma altura de uns 2 mm., corte as bordas, pincele com manteiga, disponha na massa as fatias de presunto, o bacon, as azeitonas e as passas, dobre os lados da massa para dentro e enrole em formato de rocambole. 

De umas espetadas com um garfo no pão e leve para o forno por aproximadamente 30 minutos a 200 graus. Quando alcançar um tom dourado claro, tire ele do forno e pincele por cima com uma mistura de melado de cana e água. Leve de volta ao forno por mais 10 minutos. Retire do forno. O pão pode ser servido inteiro na mesa ou cortado em fatias de 2 centímetros cada!

Buen provecho!!!




Pão com presunto (Pan de jamón- receita venezuelana)





Pão com presunto (Pan de jamón- receita venezuelana)

O pão de jamón venezuelano, é um pão tradicionalmente recheado de presunto, bacon, uvas passas e azeitonas verdes. Sua origem é completamente venezuelana, e forma parte da gastronomia servida no nosso natal. Tem quem sirva com algumas variantes nos ingredientes, substituindo o presunto por peito de peru, ou colocando diversos tipos de queijo, ou simplesmente usando massa folhada.

 “Segundo o jornalista e colunista venezuelano especializado em gastronomia Miro Popić, a receita do pão de jamón é uma criação venezuelana do começo do século XX atribuída a Gustavo Ramella, proprietário de uma padaria da cidade de Caracas em 1905. A historia conta que o presunto era em principio seu único recheio, mas devido a sua rápida aceitação outras famosas padarias de Caracas começaram a comercializar o pão e incluir no recheio outros ingredientes, como as uvas passas, azeitonas, e o bacon. Tempo depois, e graças a seu atrativo e qualidade, seu consumo foi se expandindo por todo o território nacional, especificamente durante as festas de comemoração do natal”.

O certo é que na mesa de natal de todo venezuelano nunca vai faltar este delicioso pão, ele virou uma parte essencial do nosso prato junto com a protagonista principal dessa data, a “hallaca” e a deliciosa “salada de galinha”.

Como ele é um pão de gosto bem diferenciado pela mistura do sabor doce com o salgado, este mês o escolhi especialmente para dois eventos muito importantes, a comemoração do “World Bread Day” dia 16/10, e para o nosso Coletivo Gastronômico, que vem com 12 (doze) maravilhosas receitas de pão para comemorar em grande este maravilhoso dia.

Então, vamos lá fazer meu pão e visitar os links dos meus amigos blogueiros com as delicias que cada um deles preparou e testou especialmente para vocês!!!. 

Ingredientes:

Para o fermento:
¼ de colher de chá de açúcar refinado
½ xícara de água morna
½  colher de sopa de fermento biológico granulado
Para a massa:
500 gr. de farinha
200 mililitros de leite
50 gr. de manteiga
1 pitadinha de sal
¼ de xícara de açúcar
Para o recheio:
30 gr. de manteiga derretida para pincelar a massa
12 fatias de presunto (ou peito de peru)
50 gr. de bacon em fatias
Azeitonas verdes em fatias (ou inteiras sem caroço fica a gosto)
Uvas passas a gosto
Para banhar o pão:
Melado de cana
Um pouquinho de água

Preparação:

Numa tigela pequena de vidro coloque a água morna, o açúcar e o fermento biológico granulado, misture e deixe descansar alguns minutos. Em uma panela ponha para aquecer o leite com a manteiga, sal e açúcar, aqueça só até a manteiga estar derretida, deixe reservado. Em uma tigela grande disponha a farinha, e abra um buraco no meio (no formato de vulcão), coloque o fermento e aos poucos a mistura de leite e manteiga morna, amassando até obter uma massa suave e elástica, que seja fácil de ser trabalhada e desgrude das mãos. Se precisar, coloque mais farinha até chegar no ponto em que a massa fique lisa e uniforme. Deixe crescer por aproximadamente 1 hora, apos esse tempo, estenda a massa com ajuda de um rolo de massa até ficar com uma altura de uns 2 mm., corte as bordas, pincele com manteiga, disponha na massa as fatias de presunto, o bacon, as azeitonas e as passas, dobre os lados da massa para dentro e enrole em formato de rocambole. De umas espetadas com um garfo no pão e leve para o forno por aproximadamente 30 minutos a 200 graus. Quando alcançar um tom dourado claro, tire ele do forno e pincele por cima com uma mistura de melado de cana e água. Leve de volta ao forno por mais 10 minutos. Retire do forno. O pão pode ser servido inteiro na mesa ou cortado em fatias de 2 centímetros cada!

Buen provecho!!!


 
E para por literalmente as mãos na massa, aqui vocês tem os links dos participantes do Coletivo Gastronômico de Outubro “pães”:

 
Cozinha da Gertrudes – Pão Delícia de Maçã
Ana Cláudia na Cozinha: Pão de Mandioquinha
Se Eu Fiz Vc Faz:  Pão de Leite
Brie com Goiabada: Pão Trançado de Chocolate
Burburinho na Cozinha: Pão de Abóbora
Artes da Mel: Pão de Fubá
Gastronomia & +: Pão de Forma Versátil 
Better Call San: Pão de Nutella

Pan de jamón

El pan de jamón  venezolano, es un pan tradicionalmente relleno de jamón, tocineta, uvas pasas y aceitunas verdes. Su origen es completamente venezolano, y forma parte de la gastronomía servida en navidad en mi país. Hay quien lo sirve con algunas variaciones en sus ingredientes, substituyendo el jamón por pechuga de pavo, o colocando diversos tipos de quesos, o simplemente usando masa de hojaldre.

 “Según el periodista y columnista especializado en gastronomía Miro Popić, la receta de pan de jamón es una creación venezolana de comienzos del siglo XX atribuida a Gustavo Ramella, propietario de una panadería de Caracas en 1905. Cuenta la historia que en esa época el jamón era su único relleno, pero debido a su rápida aceptación otras famosas panaderías de Caracas comenzaron a comercializarlo, e incluir en su relleno otros ingredientes, como las uvas pasas, aceitunas, y la tocineta. Después, y gracias a su atractivo y calidad, su consumo se fue expandiendo por todo el territorio nacional, específicamente durante las fiestas de celebración de la navidad”.

Lo cierto es que en la mesa de navidad de todo venezolano, nunca falta un pedazo de este delicioso pan, el es parte esencial de nuestro plato junto con la protagonista de esa fecha, la “hallaca” y una “deliciosa ensalada de gallina”.

Como el es un pan de sabor bien diferenciado, por la mezcla de dulce con salado, lo escogí especialmente para dos eventos muy importantes, la celebración del “World Bread Day” día 16/10, y para nuestro Coletivo Gastronômico, que viene con 12 (doce) maravillosas recetas de pan para celebrar en grande este maravilloso dia. Entonces, vamos a hacer mi pan y visitar los links de mis amigos blogueros con las delicias que cada uno de ellos preparo y aprobó especialmente para ustedes!!!

Ingredientes:

Para hacer la levadura:
¼ de cucharada pequeña de azúcar
½ taza de agua tibia
½  cucharada grande de levadura granulada
Para hacer la masa:
500 gr. de harina
200 mililitros de leche
50 gramos de mantequilla
1 pizca de sal
¼ de taza de azúcar
Para el relleno:
30 gramos de mantequilla derretida para pincelar la masa
12 lonjas de jamón
50 gramos de tocinetas cortada en tiritas
Aceitunas verdes en rueditas
Uvas pasas al gusto
Para decorar el pan:
Papelón
Agua

Preparación:

En un bol pequeño de vidrio coloque el agua tibia, el azúcar y la levadura granulada, mezcle y deje descansar unos minutos. En una cacerola ponga a calentar la leche con la mantequilla, sal y azúcar. Caliente solo hasta la mantequilla estar derretida, deje reservado. En un bol grande disponga la harina, hágale un hoyo en el medio (en forma de volcán), agregue la levadura fermentada y poco a poco la mezcla de leche y mantequilla, amasando hasta obtener una masa suave y elástica, que sea fácil de ser trabajada y se suelte de las manos. Si es necesario, coloque mas harina hasta que la masa llegue a esa textura. Deje levar por aproximadamente 1 hora, después de ese tiempo extiéndala con la ayuda de un rodillo de masa, corte los bordes, pincele con mantequilla, coloque las lonjas de jamón, la tocineta, las aceitunas y las pasas, doble los lados de la masa hacia adentro y enróllelo. Antes de colocar para hornear, pínchelo con un tenedor y después llévelo al horno por media hora a 200 grados. Cuando alcance un tono dorado claro, sáquelo del horno y pincele por encima con una mezcla de papelón con agua y devuélvalo al horno por 10 minutos más.   

Buen provecho!!!





sábado, 3 de outubro de 2015

Fale Comigo

Quer ser comunicar comigo? Fazer alguma pergunta, dividir uma história ou quem sabe uma receita?

Mande um e-mail para: veneanno@gmail.com

;)

Essa sou eu!!


Me chamo Elisa Di Venere, nasci em Caracas - Venezuela. Orgulhosa de ser venezuelana, mas de completa ascendência italiana (mamãe e papai), da qual também tenho muito orgulho. Casada com um brasileiro bonito que roubou meu coração e mãe de uma linda princesa brasileira. Muito orgulhosa e feliz de viver em um país que, além de dar estes meus amores, me acolheu com grande carinho. Apaixonada por leitura (moda, culinária, entre outras coisas) e fazer novas receitas. Criativa por natureza... Essa sou eu!!!

Me llamo Elisa Di Venere, nací en Caracas-Venezuela, orgullosa de ser venezolana, mas de completa ascendencia italiana (mama y papa), lo cual me enorgullece tambien! Casada con un lindo brasileño que me robo el corazón y madre de una linda princesa brasileña, y ahora orgullosa y feliz de vivir en un pais que aparte de darme mis amores me acogió con gran cariño. Apasionada por lectura (moda, cocina, entre otras cosas) y por poner en practica recetas. Creativa por naturaleza... Esa soy yo!!!